Dança Espontânea e Contato Improvisação

Dança Espontânea e Contato Improvisação

Dança Espontânea e Contato Improvisação

Quartas das 20:30 às 22:30

AULA INAUGURAL 29/05 – Contribuição sugerida R$ 20

Uma confluência das vivências de corpo e mente que habitam a trajetória de OTilia Françoso na arte da dança. Suas experiências profissionais passaram pelo bale clássico, pesquisas em educação somática, graduação em psicologia com especialização em psicodrama, pela criação da abordagem da dança espontânea, da dança psicoterapêutica com mulheres, e pelas práticas de contato improvisação.

É a partir destas vivências que propõe este curso com o objetivo de acolher e facilitar a prática da improvisação com os princípios básicos do Contato improvisação e ênfase nas percepções internas que inspiram ou bloqueiam as relações interpessoais de contato. Assim, a improvisação passa a ser dança quando os corpos em relação atingem um estado de espontaneidade e de consciência física e emocional.

A técnica virá da própria experiência com os diferentes tipos de tocar o outro, de dar e receber o peso nas relações de afeto, no propor sem impor pontos de contato, orientar e se desorientar como brincadeira, suspender, voar, aterrissar e rolar com confiança e consciência do movimento de cada corpo.

 

A Dança Espontânea se baseia no conceito psicodramático de espontaneidade, criado por J.L. Moreno, como a capacidade de dar novas respostas as situações, presentes ou passadas. É um estado de improvisação em movimento a partir de sensações, emoções e sentimentos em busca da consciência de memórias corporais que inspiram ou bloqueiam a dança enquanto expressão pessoal. https://www.ciamulheresemmovimento.com.br/dancaespontanea

A aproximação com o Contato Improvisação é fruto de uma fase em que coordenava Encontros de Improvisação de dança e música no Espaço Rasa, com presença cada vez mais constante nestes encontros de interessados nesta prática passou, também, a participar de Encontros, festivais, foi criadora interprete do Núcleo Improvisação em Contato e participa ininterruptamente de Jams. https://www.facebook.com/groups/153221878695214/about/

Com o tempo estes Encontros de Improvisação começaram a ganhar formato de JAM, uma abreviação de Jazz After Midnigth inspirada nos músicos de jazz pelos fundadores do Contato Improvisação, alguns anos depois desta forma de dança surgir nos EUA em 1972 por Steve Paxton, Nancy Stark Smith, Curt Sidall, Nita Little entre outros, num movimento de contracultura. Os princípios do Contato Improvisação surgiram com base na interação entre os corpos sem hierarquias sociais, pela necessidade dos dançarinos em “sobreviver” as experimentações de colisões, quedas e carregamentos foram pesquisar leis da física como: gravidade, força e peso; ensinamentos do Aikido como rolamentos, e a Pequena dança na pausa.

 

OTilia Françoso (Didi)
Psicóloga CRP 06/39762-0 e Psicodramatista N.611. Especialista em Psicodrama Terapêutico no Instituto Sedes Sapientiae. Atua clinicamente através da dança psicoterapêutica e supervisiona processos individuais de criação autobiográficos a partir da improvisação corporal. 
Professora, pesquisadora de Dança Espontânea como abordagem desde 91. Dirigiu grupos de Dança Espontânea e apresentou no meio psicodramático os espetáculos: “Matriz em Cena”, “Movimentos da Paixão”, “Universo Feminino”, “Trilhares” e “Musas Difusas”.
Coordena grupos de Mulheres em Movimento com base nas histórias do livro “Mulheres que correm com os lobos” de Clarissa Pinkolas Estés no Espaço Rasa desde 2005, atua na Casa Jaya desde 2015.Dirigi a Cia Mulheres em Movimento e conceberam os espetáculos: “Donzelas sem mãos”, “Pele de Foca, pele da alma”, “Vasalisa, a sabida”, ”Mulher Esqueleto”, “Barba Azul” 2012 – 2016, La Llorona 2017. Atualmente desenvolve Atos Psicodramáticos com a participação plateia a partir dos espetáculos. http://www.ciamulheresemmovimento.com.br/
Dançarina DRT 28042/SP Foi bailarina pela Royal Academy of Dancing e professora no Estúdio de Dança Cisne Negro. Estudou consciência corporal com Klauss Vianna, Zélia Monteiro e Rose Akras. No Estúdio A&B, estudou e trabalhou com danças étnicas para crianças, baseado no método de Coordenação Motora de M.M. Béziers e G.D.S. com Betty Gervits e André Trindade, e no ShivaNataraj foi professora de Consciência Corporal no curso técnico de dança. Criadora interprete do NIC – Núcleo de Contato Improvisação Premiado pelo 21º Fomento à Dança de SP 2017. Integrante dos espetáculos Relation X e Urban Feral.
Organiza as Jams na Jaya, em Casa Jaya;  facilitou “Jam – Encontros de Improvisação” no Espaço Rasa mensalmente de 2006- 2015;  Jam de Contato Improvisação do Programa de Workshops de Dança do CDUS na Galeria Olido 2012; Casa Amarela – Ateliê Compartilhado; Minhocão no Festival Baixo Centro 2014 e no CRDSP em 2015. Facilitou a Pequena Dança – Jam para crianças com adultos em parceria com Ricardo Neves no Espaço Rasa 2014 – 2015, no SESC Vila Mariana 2017, e organizou Jams no Condô em Condomínio Cultural 2018.

 

Data: Quarta-Feira
Horário: Das 20h30 às 22h30

Valores:

Plano
1x por Semana
Mensal
R$ 200
Trimestral
3 cheques de R$ 180 / mês
Aula Avulsa
R$ 60 (sem taxa de matrícula)
Matrícula
R$ 50(plano trimestral isento)

Os pagamentos de nossas atividades deverão ser feitas somente em dinheiro ou cheque.

Aula inaugural dia 29/05 valor 20,00

Para realizar uma aula experimental no valor de 60,00, clique no botão abaixo:

Inscreva-se

 

INSCRIÇÃO:

Pagamento da matrícula e mensalidade ou plano, diretamente na recepção da Casa Jaya.

Mais informações: (11) 9 91812219 >> somente msg de texto <<