Dança Espontânea

Dança Espontânea – Atividade Semanal

Essa atividade foi cancelada!

A Dança Espontânea gera um estado de presença onde o Ser em movimento expressa sensações, sentimentos e imagens da sua experiência pessoal, da sua memória corporal. Ele é o criador e o intérprete da dança.

A proposta das aulas é integrar consciência corporal e composição autobiográfica a partir do questionamento: O que me move?
Uma busca de gestos espontâneos que perpassam as estruturas ósseas e musculares nas quais a emoção se expressa pela dança criativa.
A pesquisa surgiu a 20 anos em parceria com Maria Paula Jannuzzi Hermann (in memoriam) da necessidade de unir corpo e alma, dança e consciência, arte e psicoterapia.

A metodologia se consolidou no encontro entre Dança e Psicodrama, privilegiando os sentimentos inerentes ao movimento corporal e resgatando o estado de espontaneidade na busca de inspirações criativas.

Segundo J. L. Moreno, criador do Psicodrama, a espontaneidade é a capacidade do indivíduo de criar respostas a novas situações e/ou dar novas respostas a antigas situações. Refere-se à dança como um método para explorar estados de espontaneidade e ainda um eficiente iniciador de processos criativos e de transformação do indivíduo na sociedade.

Abordagens como as de Klauss Vianna, M.M. Beziers, G.D.S., Therese Bertherat, Maria Fux, Contato Improvisação, entre outras, sustentam e organizam as bases corporais para a dança.

A aula é aberta ao público de todas as idades e não é necessário ter experiência em dança.

Plano
1x por Semana
Mensal
R$ 230
Trimestral
R$ 620 (3 cheques de R$ 207 / mês)
Aula Avulsa
R$ 60 (sem taxa de matrícula)
Matrícula
R$ 60
 

Os pagamentos de nossas atividades deverão ser feitas somente em dinheiro ou cheque.

Essa atividade foi cancelada!

Saiba mais sobre outra atividade da mesma facilitadora: Mulheres em Movimento

Otilia

OTilia Françoso (Didi)

Dançarina DRT 28042/SP. Foi bailarina  pela Royal Academy of  Dancing e professora no Estúdio de Dança Cisne Negro. Estudou consciência corporal com Klauss Vianna, Zélia Monteiro e Rose Akras. No Estúdio A&B, estudou e trabalhou com danças étnicas para crianças, baseado no método de Coordenação Motora de M.M. Béziers e G.D.S. com Betty Gervits e André Trindade, e no ShivaNataraj foi professora de Consciência Corporal no curso técnico de dança.

Professora de Dança Espontânea no Espaço Rasa desde 2004 e Dança Criativa para crianças desde 2009 no Colégio Marupiara.

Psicóloga CRP 06/39762-0 e Psicodramatista N.611. Especialista em Psicodrama Terapêutico no Instituto Sedes Sapientiae. Autora dos trabalhos científicos “Psicodrama Aplicado na Dança”  e “Dança Espontânea — um encontro com o psicodrama”.  Pesquisa a Dança Espontânea como metodologia desde 91. Dirigiu grupos de Dança Espontânea e apresentou no meio psicodramático os espetáculos: “Matriz em Cena”, “Movimentos da Paixão”, “Universo Feminino”, “Trilhares” e “Musas Difusas”. Atua clinicamente através da dança psicoterapêutica.

Supervisiona o Criaturgia, processos individuais de criação autobiográficos a partir da improvisação corporal.

Coordena há 15 anos workshops e grupos de “Mulheres em Movimento” com base nas histórias do livro “Mulheres que correm com os lobos” de Clarice Pinkolas Estés. Dirigi a Cia Mulheres em Movimento e apresentou os espetáculos de Dança Espontânea “Donzelas sem mãos” 2012, “Pele de Foca, pele da alma” 2013 e “Vasalisa, a sabida” 2013 no teatro Viga Espaço Cênico e em 2014 na Casa Amarela- Ateliê Compartilhado, Casa Jaya, Casa de Lua e Centro de Referência da Dança, e estreou “Mulher Esqueleto” no Espaço C35.

Facilita a “Jam – Encontros de Improvisação” e pesquisa a técnica do Contato e Improvisação na interação das linguagens da dança, música, fotografia e artes plásticas no Espaço Rasa desde 2006, Galeria Olido 2013, Casa Amarela – Ateliê Compartilhado 2014. E a Jam Pequena Dança para crianças com adultos em parceria com Ricardo Neves.

Performer e organizadora em parceria com artista plástico Ricardo Woo nos experimentos coletivos  do “Corpografia: Pigmentos, Carvão e PB” no Espaço Rasa; “Terra Brazilis” no mangue BEXBA – BA; Frotage na Casa Amarela; Strike a pose na Galeria  Sala do Olhar ; Happening Ocupação: “Ultraparalela” na Bienal-SP e “A dança do desenho e o desenho da dança” no Festival AMARiana . 2013 – 2014.

 

Mais informações: otiliafrancoso@gmail.com

(11) 9 9181 2219 – facebook.com/otilia.francosodidi