DanceDeusa – Resgate da Integridade Feminina

DanceDeusa - Resgate da Integridade Feminina

DanceDeusa – Resgate da Integridade Feminina

 

Em sua essência esta metodologia permite que você vivencie as várias facetas de suas deusas interiores através da arte da dança com muito prazer e alegria.

O método enraizado na dança ancestral feminina – a dança do ventre, traz também em sua concepção a dança cigana, afro, danças árabes, havaianas, brasileiras entre outras.

Você entrará em contato com as deusas e ritos antigos fazendo a correlação com sua mulher contemporânea. E as poderosas energias dos arquétipos femininos poderão emergir em seu corpo e psique.

Durante este processo ocorrem curas de marcas que foram geradas pela cultura patriarcal e a mulher finalmente renasce para a sua essência selvagem, instintual e intuitiva, qualidades naturais sufocadas em séculos de repressão e condicionamentos sociais.

Através da dança renasce e é revitalizada uma nova espiritualidade feminina, arrojada e potente, enraizada no corpo de uma mulher mais livre, com direito à sensualidade e que valoriza sua beleza única! Fica a possibilidade de posicionar-se no mundo de forma menos sufocante, menos exigente, e na verdade mais feminina!

 

SiteDanceDeusa

 

Origens da DanceDeusa

 

A Dança Oriental, por nós conhecida como dança do ventre, é a matriz deste trabalho. É uma dança iniciática feminina, não uma dança de sedução. É a dança que promovia a ligação da mulher com o grande mistério, os poderes e sabedoria da natureza, com o desconhecido, o mágico e o Divino! E os trazia para o convívio da comunidade. Mas ela inclui a sedução própria das mulheres também!

 

Sua origem se deu no período neolítico, por volta de 7000 a 5000 AC, em civilizações matriarcais como as dos cretenses, sumerianos e fenícios, entre outras, que representaram as primeiras culturas sedentárias da história. Sociedades essas localizadas no Oriente Próximo, conhecido como Fértil Crescente, região que compreende desde a fronteira ocidental da Índia ao Mediterrâneo e às margens do rio Nilo no Egito. Dançada ritualisticamente em templos ou em meio à natureza, em clareiras, bosques ou no alto dos cumes era praticada em louvor à grande Deusa Mãe, a Senhora dos Mil Nomes, a criadora de tudo e de todos, a deusa das mulheres!

 

Chama-se Dança Oriental não por ter origem na porção oriental do mundo, mas por ser praticada por mulheres com o ventre nu voltadas para o oriente, o nascente, onde nascem o sol e a lua, para contatar as forças da natureza e da vida.

 

Uma dança do sagrado feminino! Sagrado que então era unido à sexualidade e à todas as múltiplas facetas do feminino! Significa um profundo mergulho na ancestralidade das mulheres e seus arquétipos, um resgate da sua essência, fundamental para o momento que vivemos.

 

Percorrendo os séculos em diferentes contextos sociais cada vez mais opressores e patriarcais, foi profanada e colocada à serviço do prazer masculino. Sobreviveu, porém, conservando sempre o seu cerne original: a energia, o gestual, o poderoso potencial e a qualidade de movimentos inerentes à mulher, trazendo para nosso resgate sua beleza, seus tesouros, benefícios e saberes.

 

Assim, recriamos a Dança Feminina Ancestral a cada momento, como arte viva, via de expressão de cada dançarina na descoberta de seus movimentos, sua expressão e deusas interiores.

 

Esta a linha que sigo ao ensinar, sendo um canal, uma transmissora.

Seja em práticas regulares ou complementares, como workshops e retiros, que vão desde a contemplação da Natureza, da natureza interna das mulheres, do contato com suas deusas e rituais, ao alongamento e consciência corporal, e, fundamentalmente, à DANÇA, que nos liberta das amarras, nos une às nossas antepassadas como à uma teia infinita, reavendo nossa plenitude e criando união entre as mulheres!

Seja bem-vinda!

 

 

Data: Quartas-feiras
Horário: Das 20h45 às 22h15

Valores:

Plano
1x por Semana
Mensal
R$ 260
Trimestral
3 cheques de R$ 240 / mês
Aula Avulsa
R$ 80 (sem taxa de matrícula)
Matrícula
R$ 60

Os pagamentos de nossas atividades deverão ser feitas somente em dinheiro ou cheque.

Para realizar uma prática experimental gratuita, clique no botão abaixo:

Inscreva-se

 

INSCRIÇÃO:

Preenchimento de ficha e assinatura da apostila/ regulamento.

Pagamento da matrícula e mensalidade ou plano, diretamente com a professora.

 

Mais informações: luciana@lucianalambert.com.br

 

 

 

 Danças Femininas, A Dança Da NaturezaSobre Luciana Lambert  – ÄMAR 
Há 30 anos contribuindo para o empoderamento da mulher através das danças ancestrais femininas.

Bailarina, coreógrafa, professora e pesquisadora da Dança Oriental e do feminino com 30 anos de atuação, Luciana Lambert tem contribuído para a renovação estética e conceitual da milenar arte da Dança do Ventre. Promove uma releitura, que interpreta com estilo próprio, atual.
Fundadora da primeira Cia. de Dança do Ventre do Brasil, o “Harém da Imaginação”, com larga atuação em eventos culturais, trabalho premiado em 2004 por seu pioneirismo e expressividade. Com repertório de danças inovadoras combinadas às tradicionais, a cia foi um constante laboratório da vanguarda na área.
Criada no metier da arte mineira, graduou-se em Dança Moderna em Belo Horizonte e começou sua vida profissional como membro do grupo Trans-Forma de dança moderna. Em São Paulo dedicou-se ao Ballet Clássico, Dança Moderna – “Martha Grahan” e Contemporânea. Discípula de Ivaldo Bertazzo e Klauss Vianna, assimilou métodos de reestruturação postural e construção do movimento consciente, especializando-se nestes métodos.
Dedicou-se intensamente à Dança do Ventre sob orientação das mestras Shahrazad e Samira Sâmia. Apresentou-se constantemente como bailarina da ”Banda Árabe Almaza”. Estudou os ritmos orientais e a dança Baladi com Hossam Hamzy, o estilo libanês da dança oriental com a bailarina Amani e a dança tribal em workshops com Sharon Kihara.

Apaixonada pelas danças étnicas, incorporou elementos do flamenco, das danças ciganas, afro, indianas e brasileiras, além de influências das artes circenses, resultando um trabalho original. Introduziu na Dança Oriental o uso do fogo como elemento cênico, sendo essa uma marca exclusiva.
Professora no SESC SP por dez anos consecutivos e em espaços culturais da dança contemporânea paulistana, desenvolveu didática e metodologia próprias, contribuindo para a formação de muitas bailarinas que hoje atuam na Dança Oriental.

Desenvolve pesquisa sobre as origens, a história e a simbologia da Dança Feminina, estudando os vários aspectos que a envolvem. Faz uma analogia entre essa história e seus arquétipos com a psicologia da mulher e seus papéis sociais, estudo no qual é autodidata.
Dedica-se às mulheres e ao processo de transformação e cura das chagas femininas.

Hoje em seu estúdio, o Espaço Harém da Imaginação, desenvolve cursos de dança, rituais e círculos femininos; é idealizadora, produtora e diretora de seus projetos.

www.lucianalambert.com.br

 

 

Danças Femininas, A Dança Da Natureza

REGULAMENTO DOS CURSOS:

 

As aulas dos cursos regulares seguem de Fevereiro à Dezembro.

Pode-se ingressar nos cursos a qualquer época do ano.

Em Junho ou Julho haverá 15 dias de recesso. O mês é quitado normalmente.

 

Desistência deverá ser comunicada c/ um mês de antecedência pela aluna.

 

Faltas poderão ser repostas no mesmo mês da aula perdida ou no máximo no mês seguinte à ocorrência. Depois deste prazo o direito à reposição estará cancelado.

 

 

Danças Femininas, A Dança Da Natureza