EcoFormação – Conhecendo Soluções Sustentáveis

Ecoformação - 2019

ECOFORMAÇÃO

Conhecendo Soluções Sustentáveis

 

Às Quintas-feiras das 20h30 às 22h30, de 3 de Outubro até 10 de Novembro.

“Cuidar da terra, das pessoas e compartilhar excedentes. Essa é a filosofia base da permacultura, uma cultura ecológica que surgiu para trazer paz à união do homem com a natureza”

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

  • Princípios da Permacultura e Padrões da Natureza – 03/10 (Julio Avanzo)
  • Ecologia Cultivada – Agricultura Sintrópica e Agroecologia – 10/10 (Peter Webb)
  • Consumo Responsável e Eco Ativismo – 17/10 (Claudia Visoni)
  • Percurso EcoPedagógico Casa Jaya – 19/10 (Sábado das 10h às 14h) – Almoço opcional até as 16h
  • Metodologias de Inovação Social – 24/10 (Ivy Frizo)
  • Manejo Integrado de Água e Saneamento Ecológico – 31/10 (Vinicius Pereira)
  • Bioconstrução e Design Apropriado – 7/11 (Arianne Azevedo e Andressa Capriglione)
  • Mão na massa – 10/11 (Domingo das 10h às 16h – Local: Cotia)

Carga Horária Total: 20 horas = 12 horas teoria + 12h Mão na Massa.

* Incluso: Certificado (Válidos somente para os participantes do curso integral com 100% de presença)

 

DATA e HORÁRIOS:

Todas as Quintas-feiras, do dia 3 de Outubro a 10 de Novembro de 2019.

Das 20h30 às 22h30

6 encontros teóricos + 2 dias de MÃO NA MASSA.

 

ONDE:

Espaço Eco-cultural Casa Jaya

Rua Capote Valente, 305 – Pinheiros

São Paulo – SP

 

INSCRIÇÕES E PAGAMENTO:

Curso Integral: R$ 560

Aula avulsa: R$ 100,00 (Sujeito a disponibilidade de vaga)

Vagas Sociais: 4 vagas (Interessados – enviar email para julio@casajaya.com.br)

Se inscreva aqui!

 

ORGANIZAÇÃO e COORDENAÇÃO: Julio Avanzo Neto

APOIO: PermaSampa

 

FACILITADORES:

 

Julio Avanzo Neto

34 Anos, pai de 2 filhos. Nativo da Mata Atlântica. Formado em Biologia na USP em 2012, estagiário do Instituto de Botânica de SP de 2007 a 2011; Vive a permacultura desde 2006, atuando principalmente com compostagem e apoio a produção orgânica agroecológica e pequeno produtor, membro do grupo EPARREH, integrante do Movimento Urbano de Agroecologia – MUDA SP, Grupo de Capoeira Angola Rainha e educador do Coletivo PermaSampa. Designer em sustentabilidade, tendo concluído o curso Gaia Education na UMAPAZ em 2010. Cicloativista. Socio-fundador do Espaço Eco-Cultural e Restaurante Vegano Casa Jaya.

 

Peter Webb

Formado em Horticultural Science na Austrália, onde também estudou Permacultura com Bill Mollison e foi responsável pelo banco de sementes do Jardim Botânico de Melbourne. Em 1980, na Inglaterra, começou o trabalho de cirurgia em árvores e formou-se em agricultura Biodinâmica. Desde 1984, mora no Brasil. Por 14 anos, viveu de modo auto-sustentável em Matutu-MG. Desde 1998, vive em São Paulo onde administra cursos e desenvolve projetos de agroflorestas, agricultura auto-sustentável, consultoria ambiental, paisagismo, cirurgia em árvores, recuperação de ambientes e reflorestamento. A partir de 2002, ao unir a Permacultura à psicologia do Budismo Tibetano em parceria com Bel Cesar, desenvolve atividades de Ecopsicologia no Sítio Vida de Clara Luz, em Itapevi, SP.

 

Cláudia Visoni

Jornalista formada pela USP e conselheira eleita da sociedade civil no Conselho do Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz (CADES) da Subprefeitura de Pinheiros. É uma das fundadoras do grupo Hortelões Urbanos, da Horta das Corujas (primeira horta comunitária em praça pública de São Paulo) e do Movimento Cisterna Já.

 

Arianne Azevedo

Permacultora pelo Instituto NaLuum, certificada pelo P.R.I., na Cidade Escola Ayni em Guaporé-RS (2016), e pelo Coletivo PermaSampa no Instituto Casa da Cidade, em São Paulo-SP (2017). Com trajetória iniciada no Tecnólogo em Edifícios na FATEC-SP e experiência em Design de Interiores. Arquiteta e Urbanista em formação (2018), pela Universidade Anhembi Morumbi (SP). Bioarquiteta pelo TIBA. Instrutora de Kundalini Yoga, conforme ensinado por Yogi Bhajan (2015), certificada pelo K.R.I., níveis I e II (Mente e Meditação/Comunicação Consciente) e, especialização em gestantes. Parte do grupo de pesquisa de Kundalini Yoga no Instituto de Psiquiatria-IPQ-HC-USP. Thetahealer avançada, certificada pelo Think Institute (2017).

 

Vinicius Pereira

Educador, músico e permacultor. Formado em licenciatura em música pela Faculdade Santa Marcelina em 2007, lecionou em escolas públicas e particulares, na FEBEM, Fundação Casa, ONGs e praças públicas. Foi um dos fundadores do Movimento Elefantes (coletivo de big bands de SP) e do Maracatu Bloco de Pedra, que difunde a cultura que queremos que permaneça já há mais de 10 anos numa escola pública de São Paulo. Com o rompimento da barragem de Mariana, foi trabalhar na regeneração sócio-ambiental do Rio Doce e dessa experiência nasceu seu novo trabalho musical, o Bando de Seu Pereira. Hoje é ativista no movimento #cisternajá e dedica-se a capacitar as pessoas na captação e filtragem da água da chuva. Dedica-se também a pesquisa do hidrogênio como combustível veicular e testa a 2 anos na sua kombi Zeolina a água da chuva como matéria prima pra geração do gás HHO, reduzindo sensivelmente as emissões de CO2 e o consumo de combustíveis fósseis.

Ivy Fryzo

Bióloga, com mestrado e doutorado em Ecologia e Recursos Naturais (UFSCar), especialização em Educação Ambiental (USP) e Empreendedorismo Social pelo YIP (International Youth Initiative Program – Suécia), onde mergulhou no mundo da facilitação de processos e design social. Depois de ter trabalhado como professora da rede pública de ensino e atuado em coletivos de permacultura urbana e projetos de institutos na área de educação ambiental e mitigação de impacto socioambiental, hoje, dá consultoria para escolas e faz parte da Quíron – Educação para o Protagonismo. Vem se dedicando a disseminar os conhecimentos da Permacultura e de metodologias de inovação social, como Dragon Dreaming, Art of Hosting, Sociocracia, entre outros, por meio de projetos educacionais que incentivam o autoconhecimento, a formação de pensamento crítico, a autonomia e o protagonismo jovem. Integrante do Coletivo PermaSampa.

Andressa Violeta

Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Escola da Cidade (2011). Atualmente é diretora da Escola de Bioconstrução do Fundo Social de São Paulo – Governo do Estado. Foi voluntária no plano diretor estratégico e participativo em Boa Vista, Roraima (2006). Atuou como arquiteta na gestão social integrada com as famílias impactadas pelas obras do Rodoanel, através da Diagonal Transformação de Territórios (2013). Participou com o Grupo Fresta do desenvolvimento da metodologia e execução das oficinas participativas para projetos de arquitetura com o povo Guarani Mbya(2016). Foi co-fundadora da Escola Sem Muros, grupo que atua em prol da democratização da arquitetura. Foi coordenadora pedagógica do Coletivo Permasampa, atuando na disseminação e popularização do ensino da Permacultura em São Paulo. É integrante da Comissão Estadual de São Paulo para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

SOBRE O MÃO NA MASSA

O encerramento da Ecoformação é o dia de botar a mão na massa! Nesse dia nos deslocamos para a propriedade de Geraldo Souza (mestre de capoeira da Casa Jaya) localizada na periferia de Cotia e Embu das Artes (km 24,5 da Rodovia Raposos Tavares) para uma vivência de plantio agroecológico.

A idéia é sair da zona de conforto e colocar em prática o que aprendemos no curso, fortalecendo o trabalho que já vem sendo desenvolvido na comunidade do Vista Alegre, além de ser o momento de confraternizar e celebrar!

 

Sobre Geraldo Souza e o Jardim Vista Alegre (Cotia)

Em meados da década de 1990, a comunidade do Jardim Vista Alegre se formou a partir de uma ocupação em área de reserva da represa Billings e apresentou crescimento e desmatamento desordenados. Por muitos não possuírem títulos de propriedades de terra, os moradores não contam com investimentos do Estado em setores como segurança, educação e cultura.

Nesse cenário, José Geraldo Santos Souza, morador da comunidade, vem desenvolvendo um trabalho junto às crianças e adolescentes em situação de risco social na região ensinando princípios sobre ecologia, espiritualidade, artesanato e Capoeira Angola. Paralelamente, Geraldo realiza trabalho semelhante como coordenador do Grupo de Capoeira Angola Rainha na Associação Eco-Cultural Casa Jaya, com sede em Pinheiros, bairro nobre da zona Oeste de São Paulo.

(https://gcarsp.wordpress.com / https://vimeo.com/137309598)

 

MAIS INFO:

julio@casajaya.com.br

www.casajaya.com.br