Exibição do Filme: Comer o que?

Exibição do Filme: Comer o que?
Cultura e cidadania à mesa

Data: 13 de Maio de 2016
Horário: A partir das 19h30
Local: Espaço EcoCultural Casa Jaya
Rua Capote Valente, 305 – Pinheiros – São Paulo/SP

Programação:
19h30: Filme: Comer o que?
21hs: Roda de conversa com o diretor Leonardo Brant, Claudia Visoni e integrantes do MUDA-SP (Movimento Urbano de Agroecológica – SP)
Público estimado: 50 pessoas

Dia 13 de Maio a partir das 19h30 vamos exibir o novo filme de Leonardo Brant que reúne alguns dos maiores expoentes da gastronomia para enriquecer o debate sobre alimentação com pitadas de cultura, meio ambiente, cidadania e sociedade.

A partir das 21hs teremos uma roda de conversa com convidados especiais, como o diretor Leonardo Brant, Claudia Visoni e integrantes do MUDA-SP (Movimento Urbano de Agroecológica – SP).

O evento ocorrerá junto da tradicional pizzada Vegana no Espaço Cultural Casa Jaya que acontece todas as sextas-feiras das 19hs as 22hs.

 

RELEASE:

Cada um tem uma receita para se sentir bem à mesa: a presença de amigos e familiares, a experiência de comer algo novo, a certeza de ingerir um alimento saudável e natural. Há quem queira alimentar corpo e alma. Ou apenas manter o bom funcionamento da máquina humana.

COMER O QUÊ? apresenta o cotidiano de uma série de personagens ligados ao mundo da alimentação, de chefs consagrados a produtores rurais, passando por especialistas em nutrição, economia e gastronomia, que apresentam à atriz e nutricionista Graziela Mantoanelli as diversas dimensões e possibilidades da boa alimentação.

Com direção de Leonardo Brant, COMER O QUÊ? serve ao público um banquete de sabores, imagens, reflexões e emoções, de maneira leve e despretensiosa. Afeto, saúde, cultura, indústria e educação formam equações possíveis entre desfrute e cuidado, consciência e espontaneidade, equilíbrio e bem estar.

“Eu não entendo a cozinha como arte, mas como expressão artística. Você não precisa ser um gourmet ou um profundo conhecedor para entender. A cozinha confere ao autor a possibilidade de se expressar através da arte. Essa expressão artística é incontestável”, diz o chef Alex Atala no filme, que também traz depoimentos da chef Helena Rizzo; da nutricionista e apresentadora de TV Bela Gil; do professor de Educação Física e consultor Marcio Atalla; do ator e produtor de alimentos orgânicos Marcos Palmeira; do secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, André Nassar; do jornalista especializado em gastronomia Josimar Melo; e da chef e nutricionista Neka Menna Barreto; entre outros.

“Nos últimos 20 anos eu estive envolvido com pesquisa cultural. De uns tempos para cá, me dei conta de que aquilo que eu estava pesquisando, sobretudo política e mercado cultural, tinha muito pouco efeito na vida das pessoas. Então passei a me envolver com questões culturais mais cotidianas, que têm a ver com todos nós. E comida é um desses temas”, conta Brant.

Para ele, as nossas escolhas em relação à alimentação dizem muito sobre quem somos, as relações desejamos manter com as pessoas ao nosso redor e com o planeta. O diretor acredita que os hábitos alimentares de uma sociedade são determinantes em seu modelo político e econômico. “Revelam também como é a nossa relação interior, com o corpo, saúde, cultura e espiritualidade”.

O filme foi produzido pela Deusdará, empresa de Brant, e pela Gaia Oficina de Cultura, contou com a realização do Ministério da Cultura, por meio da Lei de Federal de Incentivo e patrocínio da Alelo, empresa brasileira líder no setor de benefícios.

Com a colaboração de Caio Amon e Graziela Mantoanelli, Brant buscou personagens que misturassem diferentes realidades, visões e percepções a respeito da alimentação. “A ideia por trás dessa curadoria é tirar a alimentação do campo do certo e do errado, nos libertar um pouco dos dogmas e dos regimes fechados. A ideia é pensar na autonomia que cada um tem de escolher o seu próprio jeito de alimentar”, explica o diretor.

Bela Gil: 

Alex Atala: 

Claudia Visoni: 

Marcos Palmeira: