Meditação e Vivências Terapêuticas

É possível e desejável trabalharmos nossa mente direcionando nossa atenção para nos conhecermos. Nossa mente e nossa identidade são plásticas, isto é, podem ser moldadas e assim conseguimos superar nossos casulos, nossos padrões de comportamento disfuncionais e estabelecermos relacionamentos positivos e conscientes. Podemos melhorar muito nossa capacidade de atenção que pode se manter focada naquilo que desejamos por longos períodos de tempo.

Com a nossa atenção voltada para o autoconhecimento podemos descobrir quais são as causas da verdadeira felicidade, que está fundamentada em um sentimento de bem-estar contínuo. Quando confundimos a felicidade com os estados transitórios de prazer e exaltação, sentimos que nossa satisfação termina assim que a circunstância muda, isso nos leva a constante frustração e incessante busca. Somos capazes de superar nossa ilusão que se engana e busca a felicidade de maneira confusa e equivocada.

 

Metodologia:

Dezesseis encontros com aplicação de técnicas de meditação e vivências psicanalíticas e da psicologia budista.

 

Datas: Segundas-feiras
Horários: Das 20hs às 22hs
Período: De 16 de Julho a 1º de Outubro
Valor: Três parcelas de R$ 200, sendo 50% da primeira parcela (R$ 100,00) no ato da inscrição
Inscrições: Até 13 de Julho

 

Informações e inscrições com Rubens Maciel pelo e-mail: 
rubensmaciel@rubensmaciel.com.br

Ao observar nossa mente com o auxílio da Meditação da Atenção Plena e Panorâmica, que é uma técnica desprovida de crenças ou misticismo, percebemos que nossos pensamentos são como um pássaro pulando de galho em galho. Pensamos no passado e no futuro, conversamos sozinhos, estamos sempre com uma mente preocupada e divagante, passando de um estado de euforia para um estado de desânimo com facilidade. Brigamos conosco mesmo e com os outros. Vivemos com uma mente que sente muito medo, solidão, insegurança e confusão. Temos um “Ego” calculista, exigente, ciumento, imediatista, e autocentrado. Ao buscarmos o autoconhecimento começamos reconhecendo uma série de identificações que nos constituem e que não representam nosso verdadeiro “Eu”, assim como começamos a perceber a quantidade de projeções que lançamos na vida e nos outros obscurecendo nossa visão da realidade. Mas também temos um “Eu” saudável, seguro e sereno que pode ser conquistado com generosidade e assim passamos a nos ver com um sentimento de dignidade e orgulho verdadeiros.

É preciso dois para conhecer um.

Do ponto de vista biológico, a prática constante da Meditação proporciona inúmeros benefícios importantes para a saúde do corpo e da mente. Estar envolvido com os pensamentos e preocupações sobre o passado, o futuro e outras questões libera o hormônio cortisol responsável pelo estresse. A liberação constante deste hormônio é muito prejudicial à nossa saúde. A Meditação ativa áreas do cérebro responsáveis pela atenção e pelo sentimento de bem-estar. Ela nos auxilia a alcançar um estado de quietude e introspecção. Ela vem sendo estudada e utilizada nos meios científicos como prática de conquista e manutenção da saúde no mundo todo.

 

Rubens Maciel – PhD

Psicanalista

Doutor pela Faculdade de Saúde Pública da USP

Pós-doutorando em Psicobiologia na UNIFESP, pesquisando o uso de Técnicas Meditativas na Saúde Mental.

Instrutor de Técnicas Meditativas no Centro de Saúde da Faculdade de Saúde Pública da USP

Member of the Shambhala International Meditation Center

Pesquisador pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq

Colaborador no Serviço de Promoção de Saúde do HCFMUSP

www.rubensmaciel.com.br