Oficina Dança Afro Lativa com Bambazú Luna Espectral e MBeji

Oficina Dança Afro Latina com Bambazú Luna Espectral e MBeji

 

O Sagrado e o Profano Feminino

Este encontro propõe uma viagem pelos movimentos femininos ligados ao nosso útero e/ou centro energético de poder criador (Homem e Mulher podem viver e sentir a mesma vivência corporal), como um eixo da fundamental dança de cicatrização, avivadora e cheia de sentido, é uma oportunidade de sentir e expressar -nos livremente nossa feminilidade sem um eixo coercitivo. Cantaremos, dançaremos, daremos risadas para curar e nos conectáramos com nossa essência criativa e ser criativo pelo nosso próprio movimento. Esta oficina será acompanhada por música ao vivo.

Data: 24 de Abril de 2016
Horário: Das 9h às 13h e 14h às 18h

Inscrições (somente antecipadas):
inscricoesculturapopular@gmail.com
até 20 de abril R$100 o período / R$170 dois períodos
após essa data R$130 o período / R$200 dois períodos

 

Sobre Bambazú Luna

Bambazú Spectral Lua há mais de 15 anos pesquisa e desenvolve trabalhos nas linhas da dança e da música Afrodescendente da América Latina e África. Bailarina e coreógrafa, desenvolve com um núcleo de mulheres pesquisas relacionando a arte e a transformação social, pela Fundação Mareia (Colômbia), que fundaram com esse propósito. Estudou Serviço Social e faz especialização em administração e gestão cultural na Colômbia. Nesse momento em viagem ao Brasil, convivada pela percusionista, cuiquera, maquilladora, antropologa e criadora da Casa do Amor e diretora de Festa da Massa, Arianne Molina, à vir à São Paulo onde está realizando residência artistica e também compartilhando experiências com a dançarina Regina Santos, viviendo experiências de estudo com Ilu Obá de mim.

MBeji do Kimbundo, traz como significado a lua, o sagrado e o profano feminino.

Um coletivo intercultural de mulheres pesquisadoras de música e dança que aportam nossa reconexão com a Ancestralidade atráves de diálogos rítmicos corporais de origem afro ameríndia!
O grupo apresenta músicas tradicionais encontradas nas religiões afro brasileiras, músicas de feitiçaria e encantarias e cantigas que em sua maioria são conduzidas por mulheres.

Ficha Técnica:
Angela Coltri_ Saxofone – Flauta Transversal
Ariane Molina_Voz, Atabaque, Cuíca e Efeitos
Bambazú_ Dança, Voz e Tambura
Tâmara David_ Voz e Efeitos
Victória_ Voz, Congas e Efeitos

Realização Jequitibá Cultural
Apoio Casa Jaya e Cantina e Pizzaria Piolin