Tambores Flow

PRIMAVERA
Tambores Flow & Violoncelo

Meditar no Equinócio da Primavera favorece ao reequilíbrio de nossas polaridades e estabilidade.

Abre caminhos para insights, novas perspectivas e expande a Consciência sobre as escolhas com as quais tecemos nossos sonhos.

Tambor e condução: Monica Jurado
Violoncelo: Rebeca Friedmann
Participação especial – Voz e Tambor: Janaina Fellini

Inscrições: janainafellini@tamboresflow.com.br

 

A proposta Tambores Flow é tornar a meditação uma viagem simples, acessível, e envolvente em busca de Liberdade e Autoconhecimento.

Uma experiência intensa de ritmo, meditação e cantos.

Meditando com tambores sobre os caminhos em busca do Flow, ou Fluir, do modo de viver em sintonia com quem somos, o que criamos e nossa ação no mundo.

A cada encontro um aspecto relevante para aumentarmos nossos níveis de Consciência e Felicidade.

Tambores são muito bem vindos!
Sem pré-requisitos.

Data: Sexta, 16 de Setembro de 2016
Horário: Das 20h30 às 21h50
R$40 – Crianças grátis

O conceito de Flow foi desenvolvido na década de 70 pelo psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi, PhD e professor da Universidade de Chicago para designar as experiências ótimas de fluxo na Consciência.

 

Rebeca Friedmann

Rebeca Friedmann

Rebeca Friedmann


Formada no curso de Licenciatura em Música na Universidade de São Paulo, onde fez aulas de violoncelo com Robert Suetholz. Estudou violoncelo no Conservatório de Tatuí (2006-2008), onde participou do grupo de música barroca “Loggia”, da “Orquestra Sinfônica Jovem do Conservatório de Tatuí” e da orquestra barroca de câmara “Collegium Musicum”. Estudou violoncelo barroco na Universidade Livre de Música de São Paulo com João Guilherme Figueiredo (2008-2009).

Em São Paulo tocou na “Orquestra Jovem Tom Jobim”(2009), sob regência de Roberto Sion, trabalhou para a Companhia de Teatro “Ópera do Mendigo” onde atuou como musicista nos espetáculos “A Linguagem das Flores” e “Os Pecados de Moliére” com direção de Fernando Grecco (2009-2010). Atuou na banda do “Teatro Oficina Uzyna Uzona”, na temporada do espetáculo “Macumba Antropófaga” sob direção de Zé Celso Martinez (2012). Com o grupo de dança GRUA Gentleman trabalhou no espetáculo “GRUA convida mulheres musicistas” (2013). Trabalha na companhia “Os Satyros” no espetáculo “Pessoas Perfeitas” sob direção de Rodolfo García Vazquez (2014-2016).

Teve participação na gravação do CD “Meus Quatro Cantos” do compositor Zeca Barreto (2010), “Sonho de Voar” de Ugo Castro Alves (2011), “Caburé” de Gui Silveiras (2012), no CD de Thomaz Ayê (2013), “Abrigação” de Ângelo Mudy (2014), “En Meio” da argentina Lucía Spívak (2015), “Matriz” de Paulo Barreto Prudente (2015), todos de canção. Participou também da gravação do disco “Alex Lameira e Grupo” de música instrumental brasileira (2015). No trabalho “Caburé” participou da turnê de circulação viabilizada pelo Proac (2013).

De 2009 a 2014 participou do grupo instrumental “Vintena Brasileira”, coordenado por André Marques, com o qual gravou “Labirinto”(2011), com composições do próprio André Marques – viabilizado pela Funarte – e o “Bituca” (2014) com arranjos de músicas do Milton Nascimento. Com o grupo realizou uma turnê de circulação viabilizada pelo Proac (2011), entre outras, e já dividiu o palco com Hermeto Pascoal, Hamiltom de Holanda, Vinícius Dorin, Arismar do Espírito Santo e Nenê.

Desde 2011 participa da série “Aprendiz de Maestro”, concertos didáticos cênico-musicais para crianças realizados na Sala São Paulo sob direção do maestro João Maurício Galindo. Desde 2012 vem desenvolvendo um duo de cellos com Érica Beatriz Navarro, interpretando composições de Itiberê Zwarg feitas especialmente para a dupla, buscando uma linguagem brasileira para esse instrumento. O duo se apresentou na Casa do Núcleo (SP), no auditório da Biblioteca Nacional de Montevidéu (Uruguai), no Sesc Bertioga, na Casa de Cultura de Paraty entre outros espaços, e teve participação no show do Hermeto Pascoal e Grupo no Sesc Pinheiros. Recentemente vem desenvolvendo com o músico Fabiano Nunes um duo no intuito de interpretar composições autorais, inspiradas no jazz, música brasileira, entre outras.

A dupla circula por variados instrumentos, utilizando também a voz, porém com uma linguagem instrumental. Com o Grupo Esparrama trabalha no espetáculo “2por4”, peça infantil que une o teatro à música de concerto do quarteto de cordas.

Contato: (11) 98337 5288
becafriedmann@gmail.com

 

Janaina Fellini

Janaina Fellini

Janaina Fellini

Sagitário duplo com Capricórnio.

Nasceu e cresceu em Vitorino/PR e já morou em muitas casas. Pesquisa o corpo, a mente, a espiritualidade, a arte, a comunicação e as suas relações.

Acompanha Jorge Larrosa, Marcia Tiburi, Ana Thomaz, Humberto Maturana, S.N. Goenka, Marina Abramovicz e Marshall Rosenberg. Italo Calvino e José Saramago.

Filha de pai sanfoneiro e de uma família na qual todas as mulheres cantam e todos os homens tocam instrumentos, cresceu convivendo com a música caipira e o sertanejo de raiz.

Em 2015 lançou seu segundo álbum Casa Aberta. Seu primero cd, (Janaina Fellini), é de 2012.
Atualmente, além da música, dedica-se à pesquisa da atuação terapêutica das ervas no campo vibracional. Raramente usufrui de alguma inspiração com as palavras e então escreve. Coleciona conchas e detesta frio. Não tem televisão. Sobe montanhas e mergulha no mar.

https://soundcloud.com/janainafellini/sets

 

Monica Jurado
Atriz, arquiteta, locutora e meditadora desde 1982.
Retirou-se para praticas de Yoga dos Sonhos de 1999 a 2006.
Especializou-se em técnicas de uso da voz falada e mantrada, tendo como percurso praticas de coral, formação em yoga da voz, harmônicos, novelas radiofônicas e base para canto lírico.

Coordenou o projeto voluntario Almas em Movimento na Penitenciaria Feminina da Capital de São Paulo, de 2008 a 2013, em busca do resgate da dignidade e da essência de mulheres brasileiras e estrangeiras através da meditação e relaxamento com tambores, da voz e da dança. Faz parte do Meditação com Tambores, projeto que busca encontrar os territórios onde arte e meditação tangenciam resultados.