U.R.U.C.Á Especial com os Huni Kuin

U.R.U.C.Á Especial com os Huni Kuin

Data: 30 de Abril de 2014
Horário: Das 21 às 22h30
Contribuição: R$5,00

Txana Ixã pajé curandeiro Huni Kuin e profundo conhecedor das medicinas da floresta é uma das principais lideranças de seu povo e dedica sua vida às dietas e estudos espirituais.

Com simplicidade, transmite ensinamentos espirituais profundos através das histórias tradicionais, passadas de geração em geração, que contadas de forma lúdica, emocionam, resgatando valores perdidos e revelando a identidade e sabedoria milenar de um povo guardião de uma das maiores riquezas existente ainda hoje no planeta terra, a floresta amazônica.

Visionário, Ixã diz estarmos hoje vivendo o começo de um novo tempo, onde uma nova forma de pensar se faz necessária para construirmos o mundo em que gostaríamos de viver; esse despertar para o novo pensamento é conhecido como Xina Bena.
Seus cantos trazem a força incomensurável da floresta amazônica, reproduzindo os sons da natureza, preenchendo os espaços, dentro e fora de nós, propondo um resgate e um estudo profundo sobre o tempo, numa jornada de volta para as nossas raízes mais antigas, o berço da vida, a casa de nossa alma.

O Povo Huni Kuin “povo verdadeiro” também conhecido como Kaxinawa “povo morcego” carrega em si uma poderosa medicina de cura e renovação, limpando e harmonizando nossas águas internas através do que eles chamam espírito da jiboia, a encantada.

Com maestria, Txaná Ixã nos conduz a um estado meditativo, abrindo espaço para o autoconhecimento e a cura; sem perceber, encarna a própria espiritualidade, através de sua pureza, nos coloca em contato direto com nosso coração, promovendo a oportunidade para que cada um se realinhe com sua verdadeira essência.

Pajé das aldeias Lago Lindo e Altamira no rio Tarauacá, região do Jordão, Acre –Txaná Ixã Huni Kuin vem pela primeira vez a São Paulo acompanhado de seus dois jovens aprendizes Nawa Ibã e Tene.

O URUCÁ Especial Huni Kuin é um momento dedicado pelo grupo URUCÁ a compartilhar esses ensinamentos desse mestre com todos aqueles que se interessam, numa oportunidade rara, de cantar os sons da floresta amazônica em meio a cidade de São Paulo.

Sejam todos bem vindos!