VIII Arraiá da Jaya

Arraia Casa Jaya

 

VIII Arraiá da Jaya

 

É com muita alegria que convidamos vocês para a celebração mais divertida da Casa Jaya!

Esse ano o Arraiá Jayano será comemorado com o Bando de seu Pereira, gente que se importa com gente, com a natureza e com o futuro na nossa embarcação. Coloque sua mió roupa e bora dançar quadrilha e um forró permacultural.

O Café Veredas trará também a boa comilança de uma festa junina, venha experimentar as delicias típicas veganas e agroecológicas, se aquecer com o quentão e uma tomar uma boa cerveja artesanal na fogueira.

E um viva à São João !!

Criançada muito bem vindas, tragam tod@ família e bora dançar um forró para esquentar a última noite de sábado de junho!

Confirme presença e convide os amigos!

https://www.facebook.com/events/443800773104657/

 

Data: 29.06

Horário: 18h as 22h

ENTRADA GRATÚITA com contribuição livre e espontânea para os músicos!

O chapéu mágico estará no caixa de braços abertos para sua contribuição, valorize à Arte!

Sobre o Bando:

O Bando de Seu Pereira percorre as estradas desse nosso Brasil contando e ouvindo histórias sobre as nossas orígens. Afinal, a que cultura pertencemos?

O Bando de Seu Pereira nasceu na seca paulistana, em pleno verão do ano de 2016. E já aparece com uma missão: difundir as maravilhas da cultura popular brasileira, as mais lindas pérolas encontradas em anos de pesquisa de cada um dos cinco cabras do bando. Tudo junto, misturado e somado com a nova safra de composições que brotam do asfalto e tratam de temas importantes do nosso tempo.

Cisterna no pé, panela na mão, os tímbres da percuteria de Giba Santana e Guegué Medeiros só se escutam por ali. Com o contrabaixo de 5 cordas e o arco na mão, Seu Pereira faz além da baixaria melodias de rabequeiro. Na sanfona de botão, Nathanael Sousa trás as cores do Além Tejo pro forró e no violão de 7 cordas Carlos Amaral faz harmonia e baixaria pro povo solar a vontade e traz também sua guitarra, onde o homem solta os bichos e bota pra quebrar.

Todas essas cores e tímbres fazem do Bando de Seu Pereira um acontecimento no forró: um grupo politizado, permacultural, com sonoridade única e que como si só, faz releituras de clássicos, revela preciosidades e traz músicas novas, inspiradas em toda essa experiência humana e musical de seus integrantes.